Policiais civis da 7ª Delegacia Metropolitana (7ª DM) deram cumprimento ao mandado de prisão de Jânio Nunes Alves. Ele foi condenado pela Justiça a uma pena de 42 anos pelo crime de homicídio qualificado. A prisão ocorreu na tarde desta segunda-feira (13).

De acordo com as informações policiais, o crime pelo qual Jânio foi condenado ocorreu no ano de 2004. No crime, ele invadiu uma residência, atirou e atingiu uma criança, que morreu após a ação criminosa.

Ainda conforme a apuração policial, a mãe da criança era o alvo de Jânio. Ele foi preso e já encontra-se à disposição da Justiça para adoção das demais medidas legais cabíveis ao caso.

Ouça a notícia

Os trabalhadores nascidos nos meses de março e abril vão poder sacar, a partir de quarta-feira (15), cerca de R$ 3,4 bilhões do abono salarial 2023, ano-base 2021.

Em todo o país, o montante a ser depositado pela Caixa Econômica Federal corresponde a aproximadamente 3,5 milhões de parcelas do benefício.

Marcello Casal Jr / Agência Brasil

Quem tem direito

Para ter acesso aos valores do abono salarial, o trabalhador de empresa privada precisa estar inscrito no Programa Integração Social (PIS) e os de empresas públicas, no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), há pelo menos cinco anos.

O abono salarial está assegurado aos trabalhadores que receberam, em média, até dois salários mínimos de remuneração mensal e que tenham exercido atividade remunerada pelo menos durante 30 dias, em 2021. Outro requisito é que os dados dos trabalhadores tenham sido informados corretamente pelo empregador (pessoa jurídica), na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Abono Salarial 2023 (ano-base 2021) equivale ao valor de, no máximo, um salário mínimo. O pagamento para cada trabalhador varia de acordo com a quantidade de dias trabalhados em 2021. O cálculo do benefício corresponde ao número de meses trabalhados multiplicado por um doze avos do valor do salário mínimo vigente.

O valor pode ser sacado até 28 de dezembro de 2023. Após esse prazo, os recursos não sacados voltam para o governo federal.

Calendário de pagamento

Os pagamentos são realizados conforme calendário anual definido pelo Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat), em dezembro de 2022.

Calendário do Abono Salarial 2023 – Caixa | Divulgação

Meios de pagamento

Os trabalhadores do setor público recebem o benefício pelo Banco do Brasil. Os do setor privado, pela Caixa Econômica Federal.

Os correntistas da Caixa que possuem poupança na instituição vão receber o crédito automaticamente na conta do banco. Os demais beneficiários receberão os valores por meio da Poupança Social Digital para quem tem o aplicativo Caixa Tem.

A Poupança Social Digital permite pagar contas, fazer transferências de valores e realizar compras com o cartão de débito virtual.

O saque também pode ser realizado com o Cartão Social e senha nos terminais de autoatendimento, unidades lotéricas, correspondentes Caixa Aqui ou nas agências do banco, com a apresentação de um documento oficial de identificação.

Dúvidas

O Ministério do Trabalho e Previdência faz a habilitação dos trabalhadores que têm direito ao benefício.

Mais informações sobre o Abono Salarial 2023 estão disponíveis no site do abono salarial e no aplicativo Caixa Trabalhador.

Arthur Chioro tomou posse como novo presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), que administra, em Sergipe, o Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe (HU-UFS), em Aracaju, e o Hospital Universitário de Lagarto (HUL-UFS). A cerimônia ocorreu na sede do Ministério da Educação (MEC), momento em que Chioro foi empossado pelo ministro Camilo Santana. Na mesma ocasião, foi apresentada a nova Diretoria Executiva da estatal vinculada ao MEC e responsável pela gestão de 41 hospitais universitários federais em todo o país. A solenidade de posse reuniu diversas autoridades, como a ministra da Saúde, Nísia Trindade; os senadores Humberto Costa e Marcelo Castro; e os deputados federais Maria do Rosário, Pedro Westphalen e Jorge Solla. Eles compuseram a mesa ao lado do ministro Camilo Santana, Chioro e do novo vice-presidente da Ebserh, Daniel Beltrammi.

Camilo Santana anunciou que, em breve, o presidente Lula irá anunciar uma portaria interministerial para cuidar das residências médicas e dos cursos de medicina, para melhorar a qualidade de atendimento da saúde, reforçando o papel da Ebserh na formação profissional, inovação, pesquisa e, também, na assistência à saúde da população. “Temos que acabar com as filas no Sistema Único de Saúde (SUS). É preciso garantir a qualidade na formação dos médicos, bem como mais médicos lá na ponta dos municípios brasileiros”, afirmou.

A ministra da Saúde, Nísia Trindade, destacou a importância da Ebserh para fortalecer a oferta pública dos serviços de saúde, por meio dos hospitais universitários. “Impossível pensarmos em saúde no nosso país e a educação voltada para a saúde sem colocar um horizonte e a dimensionalidade do SUS. É muito claro enxergar esse objetivo com a nova gestão conduzida pelo ministro Camilo Santana e, agora, com a posse do Chioro, que vem nessa trajetória do SUS”, afirmou.

Arthur Chioro destacou como, em um curtíssimo espaço de tempo, a Ebserh se transformou em uma das maiores empresas públicas do Brasil e a maior empresa na área da administração hospitalar. “São 41 hospitais universitários, 8.600 leitos espalhados pelo Brasil, mas nosso desafio vai além da assistência, de se integrar ao sistema de saúde e de participar da resolução do atendimento às pessoas os problemas de saúde. Os hospitais da Ebserh trazem junto também a missão de formar recursos humanos para saúde, médicos enfermeiros, profissionais da área de psicologia, fisioterapia, enfim de todas as áreas da saúde, mas também tem adicionalmente o desafio do ensino e da pesquisa. Se eles estão vinculados às universidades, às faculdades de medicina, de enfermagem, dos cursos da área da saúde, eles trazem no seu bojo esse desafio de produção de conhecimento para atender as necessidades do SUS”, afirmou.

Segundo Chioro, ele recebeu de Camilo Santana a tarefa de aprofundar essa integração dos hospitais para que eles cumpram esses papeis: assistência, ensino e pesquisa. “Precisamos não apenas avançar na melhoria da infraestrutura dos nossos hospitais, mas fundamentalmente da renovação tecnológica, pois como são hospitais de ensino e pesquisa eles não podem ficar submetidos a um atraso tecnológico. Então as inovações, os novos equipamentos, as novas tecnológicas de cuidado, as novas modalidades de gestão do próprio hospital precisam ter nos hospitais da Ebserh exemplo para os demais hospitais do Brasil. Esse é nosso objetivo: transformar a Ebserh um exemplo de gestão pública, assistência, ensino e pesquisa”, defendeu.

A nova Diretoria Executiva (foto ao lado) também foi apresentada, sendo predominantemente feminina. Os nomes anunciados foram: Lumena Almeida Castro Furtado (Diretoria de Atenção à Saúde), Cristiane Carvalho Santos Melo (Diretoria de Ensino, Pesquisa e Inovação), Giliate Cardoso Coelho Neto (Diretoria de Tecnologia da Informação), Odete Carmen Gialdi (Diretoria de Administração e Infraestrutura) e Luciana de Gouveia Vianna (Diretoria de Gestão de Pessoas).

Experiências profissionais

O nome de Arthur Chioro já havia sido aprovado pelo Conselho de Administração da instituição, prerrogativa da Lei das Estatais. O novo presidente da Ebserh é santista, professor universitário da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), médico e doutor em saúde coletiva. 

Foi ministro da Saúde entre 2014 e 2015 e tem amplo conhecimento na área de gestão, já tendo também atuado como Diretor do Departamento de Atenção Especializada do MS e secretário de saúde de São Vicente e São Bernardo do Campo-SP. Foi presidente do Conselho de Secretários Municipais de Saúde de São Paulo por três mandatos. É também pesquisador na área de planejamento e gestão em saúde. 

O vice-presidente da Ebserh será Daniel Beltrammi. Médico Sanitarista, especialista em Administração Hospitalar e de Sistemas de Saúde e doutor em Ciências pela Unifesp, Beltrammi estava à frente da Fundação Paraibana de Gestão em Saúde (PB Saúde), instituição responsável pelo gerenciamento de hospitais do estado. 

O gestor também já atuou como secretário executivo de Gestão da Rede de Unidades de Saúde da Secretaria de Estado da Saúde da Paraíba e superintendente do Hospital de Clínicas Municipal José Alencar e do Hospital Anchieta, ambos em São Bernardo do Campo (SP)

StockSnap / Pixabay

Para verificar os concursos públicos e oportunidades de emprego com inscrições em aberto ou cujas vagas foram autorizadas e aguardam a publicação de edital, por favor, clique no link abaixo:

CONFIRA AQUI A LISTA COMPLETA DE CONCURSOS(G1)

Flamengo e Vasco se enfrentam na noite desta segunda-feira (13) pelo jogo de ida das semifinais do Campeonato Carioca, no Maracanã. Por ter encerrado a Taça Guanabara na vice-liderança, o Cruzmaltino tem a vantagem do empate nos dois confrontos (ida e volta) para avançar à final. Já o Flamengo precisa vencer no placar agregado para assegurar a classificação. 

Sobre o time que começa jogando, o técnico Vitor Pereira vai efetuar cinco mudanças em relação à derrota contra o Fluminense na última quarta-feira (8), quando o Tricolor faturou o título da Taça Guanabara. Devem voltar ao time titular: Fabrício Bruno, Vidal, Thiago Maia, Ayrton Lucas e Pedro. Já Léo Pereira, Igor Jesus, Everton Cebolinha, Matheus França e Gerson, suspenso, ficam de fora.

Os rubro-negros devem começar o confronto com: Matheus Cunha; Fabrício Bruno, Rodrigo Caio e Pablo; Matheuzinho, Vidal, Thiago Maia e Ayrton Lucas; Arrascaeta, Gabigol e Pedro.

Do outro lado, o técnico do Cruzmaltino Maurício Barbieri deve efetuar apenas uma mudança em relação à equipe que venceu o Flamengo por 1 a 0,  na décima rodada da Taça Guanabara. 

Na zaga, o argentino Capasso entra na vaga de Miranda, que se recupera de lesão no tornozelo esquerdo.

A tendência é que o Vasco entre em campo com: Léo Jardim, Pumita, Capasso, Léo, Lucas Piton; Rodrigo, Andrey, Jair, Alex Teixeira, Gabriel Pec e Pedro Raul.

Nesta segunda-feira, 13, o secretário do Escritório de Representação de Sergipe em Brasília, Sérgio Reis (PSD), assumiu mandato de deputado estadual na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese). Assumiu na vaga do deputado estadual Jorginho Araújo (PSD), que reassumiu o comando da Casa Civil.

Nas redes sociais, o secretário agradeceu os mais de 23 mil votos que recebeu dos sergipanos.

“Eu quero agradecer aos 23.499 mil eleitores que acreditaram em mim. Estou dando entrada neste momento, na Assembleia Legislativa, entregando os documentos necessários, a pedido da mesa da Alese, para marcarmos o dia da posse, que poderá ser hoje à tarde ou amanhã”, disse Sérgio Reis.

Assume temporariamente

Em entrevista concedida ao programa Sem Censura, na Sara Brasil FM 97.1, Reis esclareceu que continua na Secretaria de Representação e que vai assumir temporariamente o cargo de deputado estadual, deixado por Jorginho Araújo (PSD), para apresentar projetos de lei e indicações.

De acordo com o Estado de São Paulo, em um país com 8,6 milhões de desempregados, quatro estados estão vivenciando uma realidade distinta, com uma forte concorrência pela mão de obra.

Arthuro Paganinne / ASN

Informa O Estadão:

Em 2022, Mato GrossoMato Grosso do SulRondônia e Santa Catarina encerraram o ano com uma taxa de desocupação abaixo de 4%, de acordo com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua Trimestral, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE). Enquanto isso, Bahia, Pernambuco, Sergipe e Amapá continuam com taxas acima de 10%.

IBGE | Estadão / Reprodução

Conforme aponta a reportagem, o desempenho favorável do setor de agronegócio nos últimos anos, que impulsionou toda a economia local, pode ser apontado como uma possível explicação para os índices positivos do mercado de trabalho nos estados com menores taxas de desocupação.

Matéria completa aqui

Políticos sergipanos da bancada federal está de olho nas direções regionais da Codevasf e do Dnocs.

As discussões continuam sendo travadas.

As decisões podem sair a qualquer momento.

O Mengão finalizou na manhã deste domingo (12), no Ninho do Urubu, a preparação para o clássico contra o Vasco, que acontece nesta segunda-feira (13), às 21h10, no Maracanã, válido pelo jogo de ida das semifinais do Campeonato Carioca. 

O técnico Vitor Pereira comandou uma atividade tática para definir o time que irá a campo contra o rival. O volante Thiago Maia participou normalmente do treino com o restante do elenco. 

Vale lembrar que o time de São Januário terá a vantagem do empate por ter terminado em segundo lugar na Taça Guanabara. O finalista do Cariocão será decidido em dois jogos e enfrentará Fluminense ou Volta Redonda na final. Na partida de ida, disputada neste domingo no Raulino de Oliveira, a equipe da Cidade do Aço venceu o Tricolor das Laranjeiras por 2 a 1.

Flamengo e Vasco já se enfrentaram 417 vezes na história do Clássico dos Milhões, com vantagem para o clube da Gávea. Foram 159 vitórias, 119 empates e 139 derrotas. Neste século, as equipes disputaram nove semifinais de turno da competição, com o Rubro-Negro levando a melhor em seis oportunidades, contra apenas três do time cruzmaltino. 

Nesse domingo, 12, policiais militares do Batalhão de Policiamento Turístico (BPTur) apreenderam grande quantidade de entorpecentes e uma arma de fabricação caseira no Bairro São José, em Aracaju.

De acordo com a polícia, militares do BPTur receberam informações sobre atividades relacionadas ao tráfico ilícito de drogas na Travessa João Ribeiro de Almeida.

Durante buscas por possíveis envolvidos, a equipe policial avistou seis pessoas suspeitas, entre elas um homem que aparentava estar segurando uma arma de fogo, se dividirem e entrarem em duas residências.

Diante disso, os policias iniciaram as diligências no primeiro imóvel, onde apreenderam nove quilos de substância semelhante à maconha, dois quilos de material análogo à cocaína e uma arma de fogo calibre 12 de fabricação caseira.

Ainda na ação, as buscas prosseguiram no segundo domicílio, onde foram apreendidos mais um quilo e meio de maconha e 215 gramas de cocaína, além de duas balanças de precisão, plástico filme para embalagem dos entorpecentes e R$ 2.042,15.

Na ocorrência, seis pessoas foram presas nas residências, incluindo um homem com mandado de prisão em aberto. O caso foi encaminhado à Delegacia Plantonista para a formalização dos flagrantes