Jadilson Simões / Alese

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe, Luciano Bispo, autorizou na manhã desta terça, 5, a convocação imediata de aprovados no Concurso Público para provimento de vagas em diversos setores do legislativo estadual.

O concurso foi realizado em 2018 e oferecia 96 vagas de níveis médio e superior. As vagas de nível superior foram distribuídas em analista legislativo com especializações em apoio jurídico, processo legislativo, administração, arquitetura, arquivologia, assistência social, biblioteconomia, contabilidade, economia, enfermagem, engenharia civil, jornalismo, medicina, odontologia e psicologia.

Já para nível médio, foram preenchidas vagas para técnico legislativo nas áreas de técnico-administrativo e taquigrafia.

Hoje (5) é o último dia para participar da lista de espera do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O prazo vale para os estudantes que não foram aprovados em nenhuma das opções de curso.

Ascom / Seduc

A adesão deve ser feita na página do Sisu. Os candidatos podem escolher entrar na lista de espera para a primeira ou para a segunda opção de curso feita na hora da inscrição. Os alunos na lista serão convocados pelas próprias instituições de ensino a partir do dia 7 de fevereiro. Os candidatos deverão acompanhar as convocações.

Para integrar a lista, os candidatos devem acessar o sistema e, em seu boletim, clicar no botão que corresponde à confirmação de interesse em participar da lista de espera do Sisu. Ao finalizar a manifestação o sistema emitirá uma mensagem de confirmação.

A partir desta edição do Sisu, os estudantes selecionados em qualquer uma das duas opções não poderão participar da lista de espera. Até o ano passado, os selecionados na segunda podiam ainda participar da lista e ter a chance de ser escolhido na primeira opção.

Ao todo, o Sisu oferece, nesta edição, 235.461 vagas em 129 instituições públicas de todo o país. Puderam se inscrever no programa os estudantes que fizeram o Enem 2018 e obtiveram nota acima de zero na prova de redação. Segundo o MEC, mais de 1,8 milhão de candidatos se inscreveram.

O Presidente do CONIVALES (Consórcio Intermunicipal do Vale do São Francisco) e Prefeito de Amparo do São Francisco, Franklin Freire, juntamente com a equipe técnica do consórcio estiveram reunidos nesta segunda-feira, dia 04 de fevereiro, com o Secretário de Estado da Saúde, Dr. Valberto Lima e técnicos da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Divulgação / CONIVALES

A reunião teve como pauta a cessão de um prédio para as futuras instalações do Centro de Diagnóstico CONIVALES, cuja implantação está prevista em uma emenda coletiva de bancada no valor de R$ 20 milhões.

Em outubro do ano passado, o governador Belivaldo Chagas, assim que tomou conhecimento da iniciativa do CONIVALES e da conquista da emenda, colocou-se à disposição para auxiliar na execução do projeto, apresentando como opção de instalação o prédio do CADI – Centro de Diagnóstico do Estado, local que já dispõe de estrutura física adequada para instalação de equipamentos para realização de exames de imagem.

“A iniciativa do Governador em disponibilizar um local para instalação do Centro de Imagem do CONIVALES é de grande importância. A cessão do prédio será excelente para o projeto, uma vez que o local já conta com toda uma estrutura praticamente pronta, faltando a instalação dos equipamentos e algumas adaptações. Para o CONIVALES é essencial, uma vez que faremos todo o projeto a partir dessa estrutura, algo necessário para a liberação do valor de R$ 20 milhões”.

Franklin Freir, presidente do Consórcio e prefeito de Amparo do São Francisco.

Franklin Freire ressaltou ainda que “na reunião de hoje foram verificados alguns entraves burocráticos para concretizar a cessão, no entanto o Secretário Dr. Valberto demonstrou grande empenho e disposição para, juntamente com as equipes técnicas da SES e do CONIVALES, viabilizar a criação do Centro de Imagem e Diagnóstico do CONIVALES”.

O secretário de Estado da Saúde, Valberto Lima, participou pessoalmente da reunião junto com sua equipe técnica, deixando claro que o Estado estará disposto em garantir o andamento de todos os trâmites legais para a implantação do Centro de Diagnóstico, que irá desafogar a fila de atendimentos da rede estadual de saúde, como também da Prefeitura de Aracaju.

Além de Franklin Freire, participaram da reunião o assessor jurídico do CONIVALES, Edson Souza, o superintendente Marcos Barroso e o gerente de regulação, Ronaldo Santos.

Divulgação / TCE (arquivo)

O conselheiro do Tribunal de Contas do Estado não esconde sua indignação com a decisão do governador Belivaldo Chagas (PSD), de não pagar R$ 2.709, milhões pela “Carreta do Câncer”, pronta e inspecionada desde julho de 2018.

Em entrevista, nesta terça-feira, 5, no Jornal da FAN, Clóvis, ex-presidente do TCE, disse que não entende a posição do governador:

“Esse não é o Belivaldo que eu conheci. Essa história é desde julho do ano passado, quantas mulheres foram diagnosticada com câncer nesse período? Enquanto isso, fica o governador falando que não vai pagar e que vai pegar uma carreta mais barata”.

Clóvis Barbosa, ex-presidente do TCE

Na entrevista, Clóvis disse que o governador pode estar cometendo crime de responsabilidade fiscal: “Ele não pode pagar as faturas do Governo fora da ordem cronológica de pagamento, isso é crime, ele deveria ter pago logo essa carreta”.

Serginho Oliveira, ex-prefeito de Nossa Senhora da Glória, pode voltar a disputar a prefeitura do município em 2020.

Assessoria (arquivo)

Chico de Glória (PT), atual prefeito e aliado, não pode disputar nova reeleição e poderá apoiá-lo.

No governo, quem fala em volta do PRB, que terá o ex-deputado Jairo como candidato a prefeito, ouve sempre a mesma resposta: “nosso candidato é Serginho”.

O governo federal enviou nesta segunda-feira (4/2) à Câmara a proposta de emenda à Constituição com a reforma da Previdência. A previsão do governo é que o texto vá para votação até o fim do mês.

Antonio Cruz / ABr

Entre as principais alterações, está a inclusão de uma idade mínima para se aposentar. A PEC sugere 65 anos tanto para homens quanto para mulheres — a regra atual se baseia numa soma entre o tempo de contribuição e a idade, com diferenças para homens e mulheres.

A PEC prevê ainda idades diferentes pra trabalhadores rurais e outros não atingidos pelo regime geral, mas delega a questão para lei complementar.

O governo também sugere que os estados tenham dois anos para adequar as regras da aposentadoria dos militares estaduais às das Forças Armadas. Lei complementar vai regulamentar regras gerais de organização e funcionamento do regime próprio de previdência dos membros das Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares.

Servidores públicos terão tempo mínimo de contribuição de 25 anos. O benefício será integral e os demais podem ter desconto de até 80%. Os regimes próprios de servidores terão contribuições complementares. Já para o não-servidor, o tempo mínimo de contribuição no INSS passa a ser de 20 anos.

Clique aqui para ler a PEC.

Buscando o desenvolvimento e estruturando a arbitragem sergipana, o presidente da Federação Sergipana de Futebol (FSF), Milton Dantas criou a Diretoria de Arbitragem (Darb). Esse departamento já existe em algumas entidades a exemplo da Federação Paulista de Futebol (FPF) e a partir deste mês entra em total funcionando.

Divulgação

O Darb será comandado pelo Coronel da Polícia Militar, Carlos Rollemberg. O diretor da Diretoria de Arbitragem, Coronel Rollemberg esteve fazendo um intercâmbio na FPF, no mês de janeiro. E observou alguns procedimentos de sucesso na entidade que serão introduzidos na arbitragem sergipana.

A Diretoria de Arbitragem vai gerir dois importantes departamentos, a Comissão Estadual de Arbitragem e a escola de formação de árbitros Sérgio Corrêa. Atualmente a Comissão é coordenada pelo presidente Edmo Oliveira, vice-presidente Mário Bancilon e o secretário Raniel de Jesus. Já, a escola de arbitragem pelo diretor Ivaney Alves Lima.

Na última sexta-feira (01), o Coronel Rollemberg realizou uma reunião com os árbitros e diretoria da Comissão Estadual. Dando início ao novo projeto da arbitragem sergipana. No sábado (02) pela manhã foi a vez da escola Sérgio Corrêa. O diretor da Darb, ministrou uma palestra para os alunos e diretores do curso.

Marcelo Camargo / Agência Brasil

Ontem, 4, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, lançou, em Brasília, um pacote de propostas de leis anticrime.

O Estado de Sergipe, onde até parece que não existem os crimes combatidos pelo ministro, não mandou representante.

Errou!

André Moreira / ASN

Na manhã desta terça-feira, 5, o governador Belivaldo Chagas (PSD) reunirá o secretariado para discutir medidas duras ainda a serem tomadas para tentar botar em ordem as finanças do Estado.

Nos próximos dias, serão enviados projetos, ainda em fase de conclusão para a Assembleia Legislativa.

stakeapurou que já está definido que o governo decretará calamidade pública, que precisará ser aprovada pelos deputados.

Marcos Rodrigues / ASN

O governador Belivaldo Chagas (PSD) nomeou o advogado Manuel Dernival Santos Neto – Derninho – como novo chefe do Escritório de Sergipe em Brasília.

O advogado ocupava o cargo de diretor administrativo e financeiro do FNDE, em Brasília.