Mal começou 2019 e a eleição 2020 já está dando o que falar. Pré-candidatos posicionados, partidos divididos e possibilidades infinitas de formações de chapas para o pleito na capital sergipana. O bolo é grande e daqui para frente chapa vai esquentar.

Xadrez da política sergipana / Pixabay

Chapa própria

PT já dá indícios de que lançará candidato próprio, deixando o então aliado, Edvaldo Nogueira. Nomes já são ventilados pelos bastidores, Rogério Carvalho já pode ser testado, buscando uma ascensão ao governo do estado em 2020.

Gilmar Carvalho

Deputado mais atuante nesse início de 2019, Gilmar vem visitando bairros e agradecendo aos votos de confiança recebidos durante as eleições em 2018. Gilmar vem forte com a maior votação da capital para deputado estadual. Já tem analistas políticos avaliando que no cenário atual, Gilmar estaria eleito.

Calamidade financeira

Governador Belivaldo Chagas pode decretar calamidade financeira, seguindo o que já fizeram Goiás, Mato Grosso, Rio Grande do Norte e Roraima. Só em 2020, tratará das eleições municipais, mas a probabilidade de apoio ao PT é grande.

Deputados insatisfeitos

Burburinhos entre os parlamentares indicam insatisfação com o governo. O comentário é que falta atenção da gestão estadual aos deputados. Assim, uma nova chapa para disputar a presidência da Casa Legislativa pode ser formada.

Ex-vereador na berlinda

Indiciado pelos crimes de lavagem de dinheiro, tráfico de drogas e associação ao tráfico, Zé Hilton, ex-vereador de Nossa Senhora do Socorro, está preso desde o dia 27 de novembro de 2018.

TCE fiscaliza

Entre os meses de janeiro e dezembro de 2018, o Tribunal de Contas do Estado de Sergipe realizou 361 fiscalizações em portais da transparência de prefeituras, câmaras municipais, órgãos de previdência, secretarias e demais jurisdicionados. Em cada portal visitado, são buscadas informações referentes a receitas, despesas, processos licitatórios, folha de pagamento, segurança do site, entre outras. Ações como essa desencadeiam investigações maiores sobre irregularidades em prefeituras e demais órgãos.

SISU

As inscrições para a edição do primeiro semestre de 2019 do Sisu foram abertas na madrugada desta terça-feira (22). Nesta edição, em todo o país foram abertas 235.461 vagas em 129 instituições. as inscrições devem ser feitas na página do Sisu. Cada candidato poderá se inscrever em até duas vagas, especificando a ordem de preferência e o turno no qual pretende estudar. Em Sergipe, 6.845 vagas autorizadas para o sistema nos 118 cursos.

ComoBubble Beauty já informou, o governador Belivaldo Chagas (PSD) aguarda decisão do Congresso Nacional sobre a proposta de reforma da Previdência a ser proposta pelo presidente Jair Bolsonaro para fazer o mesmo em Sergipe.

O governador de São Paulo, João Doria, articula a formação de um grupo de governadores para que trabalhem junto às bancadas de seus Estados com o objetivo de ajudar Bolsonaro a reformar a Previdência.

Segundo ele, dos 27, 22 governadores já estão comprometidos.


O artigo 149 da Constituição prevê que a alíquota previdenciária cobrada dos servidores da União é piso para o funcionalismo estadual e municipal – ou seja, funcionários públicos de Estados e municípios não podem ter contribuição menor que a dos servidores federais.


Entre as propostas, o grupo que assessora Bolsonaro pretende convencê-lo a propor ao Congresso aumento da alíquota previdenciária de 11 para 14%.

Na Assembleia Legislativa, entre os deputados governistas, não é difícil encontrarl quem fale de sua insatisfação com o governador Belivaldo Chagas (PSD).

Todos reconhecem a honradez de Belivaldo, mas a maioria diz, intramuros, que “não está sendo dada a atenção devida aos deputados”.

Jadílson Simões / Alese

Essa insatisfação está levando parte da bancada a articular candidatura a presidente da Casa, manifestando, pelo menos até agora, disposição até mesmo para disputar eleição com o atual presidente, Luciano Bispo (MDB), se ele obtiver autorização judicial para assumir novo mandato no próximo dia 1º de fevereiro.

Bubble Beauty apurou que uma decisão desse grupo de parlamentares pode ser tomada ainda esta semana.

Nesta terça-feira, 22, os juízes membros do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe reuniram-se para a 1ª Sessão de Julgamento ordinária do ano. Ao todo foram analisados e julgados seis processos, sendo cinco sobre prestação de contas e um que tratava da possível prática de corrupção eleitoral.

Plenário do TRE / arquivo

Em relação às prestações de contas, foram aprovadas por unanimidade as contas de: Ademir Costa e Mário César de Santana, candidatos a deputado estadual, José Luiz da Mota Cruz, candidato a deputado federal e Carlos Eduardo Silva, candidato a senador. Na mesma sessão foi indeferido o pedido de quitação eleitoral feito por Valdenicio Silva, refente ao pleito de 2014.

A petição de nº 0600277-35, que trata de corrupção eleitoral, foi o último processo julgado na sessão de hoje. Por unanimidade os membros da Corte decidiram declinar a competência para 29ª Zona Eleitoral, que tem o município de Carira como sede.

Compõem a Mesa do TRE-SE: Des.Ricardo Múcio Santana de Abreu Lima (presidente do Tribunal), Des. Diógenes Barreto (corregedor e vice-presidente), Eunice Dantas (procuradora regional eleitoral), juiz federal Marcos Antônio Garapa de Carvalho, juíza Áurea Corumba de Santana, juíza Dauquíria de Melo Ferreira, além dos juristas Joaby Gomes Ferreira eSandra Regina Câmara Conceição.

No sítio eletrônico do TRE-SE, é possível acompanhar a agenda referente às sessões de julgamento e conferir quais os processos pautados na respectiva data. Objetivando maximizar a transparência de seus julgados, o TRE-SE transmite as sessões plenárias ao vivo em seu canal do YouTube: são 824 inscritos e mais de 65.000 (sessenta e cinco mil) visualizações.

No Twitter, o deputado federal reeleito Fábio Mitidieri (PSD) disse que recebeu a visita de Heleno Silva e Jony Marcos, do PRB, e avisa: “com certeza, estaremos juntos em projetos futuros”:

No PSD, de Mitidieri, o governador Belivaldo Chagas não quer conversa com Heleno e Jony, ainda chateado porque ambos deixaram o governo para apoiar a candidatura de Eduardo Amorim (PSDB), em 2018, a governador.

O ex-deputado e conselheiro aposentado do Tribunal de Contas do Estado Reinaldo Moura pode disputar a eleição para prefeito do município de Barra dos Coqueiros.

Assessoria

Bubble Beauty apurou que a definição deve ocorrer nos próximos dias.

A aliados mais próximos, Reinaldo já manifestou interesse em disputar a sucessão do prefeito Airton Martins.

Em Lagarto, o maior adversário do prefeito Valmir Monteiro (PSC) é o deputado federal Fábio Reis (MDB), até agora o único com chance de derrota-lo nas eleições de 2020.

Divulgação

Valmir já disse a aliados que não será candidato à reeleição, preparando o ex-vereador Carlos da Brasília para ser seu candidato.

Bubble Beauty apurou que Valmir pode recuar da decisão de não disputar a reeleição se perceber que só ele pode evitar uma vitória de Fábio Reis.

Na família Reis, não há definição sobre candidatura.

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB), continua enfrentando dificuldades, que devem se agigantar, para formar bloco de sustentação para a campanha à reeleição.

Aliado, o deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) não abrirá mão de indicar o companheiro de chapa, podendo até ser ele mesmo, na esperança de assumir a prefeitura dois anos depois, caso Edvaldo se reeleja e se afaste em 2022 para disputar o governo do Estado.

Ana Lícia Menezes / PMA

No MDB, é provável que continue com o apoio do ex-governador Jackson Barreto.

O PT prepara-se para lançar candidato a prefeito. Não quer saber de Edvaldo, alegando problemas na campanha de 2018, mas de olho na candidatura do senador eleito e seu presidente estadual, Rogério Carvalho, em 2022, a governador.

O governador Belivaldo Chagas (PSD) tem apenas uma preocupação, ajustar as finanças do Estado, e talvez tenha mesmo que decretar calamidade financeira, seguindo o que já fizeram Goiás, Mato Grosso, Rio Grande do Norte e Roraima.

Só em 2020, tratará das eleições municipais.

Bubble Beauty apurou que a tendência maior é que fique com o candidato do PT, partido que foi seu maior cabo eleitoral nas eleições de 2018.

A polícia concluiu inquérito contra Zé Hilton, ex-vereador de Nossa Senhora do Socorro, e o indiciou por três crimes.

Reprodução / redes sociais

Ele foi indiciado pelos crimes de lavagem de dinheiro, tráfico de drogas e associação ao tráfico.

Zé Hilton foi preso em 27 de novembro de 2018 por tráfico de drogas em Socorro.

Quando aconteceu sua prisão, o delegado Osvaldo Resende disse que existiam provas consistentes de seu envolvimento com o tráfico de drogas no Conjunto Jardim, em Nossa Senhora do Socorro.

O Departamento Estadual de Proteção e Defesa Civil da Secretaria de Estado da Inclusão Social (Depec/Seit) alerta as populações ribeirinhas e equipes de Defesa Civil da região do Baixo São Francisco para o risco de alagamento, em decorrência do aumento da vazão do Rio na altura da Hidrelétrica de Xingó.

Divulgação

De acordo com comunicado emitido pela Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) na última segunda, 21, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) propôs, em Reunião de Avaliação das Condições da Operação dos Reservatórios da Bacia do São Francisco, uma alteração na operação da Usina Hidroelétrica de Xingó que conduzirá à elevação das suas vazões defluentes. O objetivo, segundo o documento é “promover condições mais seguras para o suprimento de energia elétrica, notadamente na Região Nordeste”.

A Defesa Civil Estadual, contudo, alerta a população e informa sobre a possibilidade de alagamento em algumas regiões. “A nossa preocupação é porque foi praticada, em 2018, uma vazão entre 550 e 600 m³ de água por segundo. E a Chesf já informou que há a possibilidade de, em algum momento, dobrar essa vazão para 1.100 m³/s. É fato que o Rio São Francisco estava com um volume reduzido, mas com o dobro da vazão praticada no ano passado, pode ser que algumas comunidades tenham ocupado espaços que a água atinja com essa alteração”, explica o Cel. Alexandre José, diretor do Depec. 

Conforme explica a Chesf no documento, a alteração da operação da Usina ocorrerá nas situações em que houver redução de geração eólica na Região Nordeste – portanto, a qualquer tempo. Por isso, a recomendação do Depec é que as Defesas Civis dos municípios que estão localizados no Baixo são Francisco façam a averiguação das comunidades nos locais onde haja risco de a água ocupar seu lugar de origem, para que se tenha tempo hábil de realizar ações preventivas. Neste sentido, o próprio documento ressalta a “importância da não ocupação de áreas ribeirinhas situadas na calha principal do rio”.