Bacará Ao Vivo

Nesta segunda-feira, 15, a Polícia Civil de Alagoas efetuou a prisão de um empresário, de 39 anos, condenado a 10 anos e 6 meses de prisão pelo estupro de sua enteada, uma criança de apenas 8 anos. Os abusos ocorreram em 2011, quando o acusado ainda era casado com a mãe da vítima.

Momento da prisão|Imagem: Polícia Civil

O mandado de prisão foi expedido na última sexta-feira, 12, em Nossa Senhora do Socorro. O empresário, que mantinha contratos com prefeituras, foi surpreendido por policiais à paisana durante sua rotina em Delmiro Gouveia.

Os agentes da polícia informam que o acusado será transferido para um presídio em Sergipe, onde cumprirá a pena pelos crimes cometidos.

A ação teve a participação do Núcleo de Investigação Especial (NIESP).